Funcionário da Prefeitura de Colatina, ES, é preso recebendo drogas pelos Correios

4

Um funcionário da Secretaria Municipal de Obras de Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, de 22 anos, foi preso, nesta segunda-feira (24/08/2020), no momento em que recebia drogas pelos Correios. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes.

Além de trabalhar na secretaria, o suspeito é estudante de arquitetura e já vinha sendo investigado pela Polícia Militar. Segundo a PM, ele recebeu 110 gramas de maconha, que vieram de São Paulo.

“Recebemos a denúncia de que ele vinha recebendo entorpecentes pelos Correios. O nosso serviço de inteligência começou a monitorar ele por alguns meses. Na hora da entrega dos Correios, nós chegamos e fizemos a apreensão do material”, disse o sargento Rodrigues, da Polícia Militar.

A princípio, o jovem negou o crime e, depois, disse aos policiais que a maconha era para consumo próprio. Mas, de acordo com PM, a quantidade de droga apreendida configura crime de tráfico.

“Ele falou que a correspondência era para ele, mas que não sabia do que se tratava. Depois, ele foi obrigado a confessar que era para ele mesmo. Ele quis dizer que era para uso, mas é uma grande quantidade”, disse o sargento.

Na casa do estudante, a polícia também encontrou mais maconha, haxixe e fumo aromatizado, além de uma balança de precisão e R$ 140 em dinheiro.

O celular e o notebook do rapaz foram apreendidos, porque, segundo a polícia, as drogas eram negociadas pela internet.

O suspeito não tinha passagens pela polícia, mas a PM disse que encontrou indícios de que essa não foi a primeira vez que ele recebeu drogas pelos Correios.

“Havia lá outras correspondências de fora do estado, que tudo leva a crer que era do mesmo material”, explicou o sargento.

O jovem deve ser encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina na manhã desta terça-feira (25).

A Prefeitura de Colatina disse que vai aguardar a comunicação oficial da Justiça para tomar as providências necessárias em relação ao funcionário.

Já os Correios disseram que trabalham em parceria com os órgãos de segurança pública para prevenir o tráfico de drogas por meio do serviço postal.

COMPARTILHE

COMENTE